agosto 14, 2015

Amores imensos







Eu tenho um amor pelos pequenos prazeres, que olha, nem eu sei dizer quão bom e estranho é isso. No final você entende que as pequenas coisinhas, que nessas fotos são priminhos, é o que realmente faz um turbilhão de coisas bad voarem para nunca mais voltar. A paz em um sorriso, em um pulo e no grito do Gui lá nas primeiras fotos como se ele falasse ''genteeee eu consigoo andarrr!11!''. Viver vale e sentir tudo isso é ainda melhor.




Me acompanhe também <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
poético diário 2014-2017 | design por Beautifully Chaotic