Antes do recomeço





I tried to swim to the sideBut my feet got caught in the middleAnd I thought I'd seen the lightBut oh, noI was just stuck on the puzzleStuck on the puzzle 





A semana está sendo a mais corrida e os dias me trazem questionamentos, que olha, eu não sabia que poderiam existir. Isso é bom? Sim. Os instantes me provam que cada tropeço é superado de uma forma única e que as minhas coragens são as maiores que eu talvez pude enxergar. E sempre venho a repetir que isso é o viver. Caso a monotonia venha nos perseguir, tudo perderá a graça. Trouxe-lhes então uma canção. Na verdade eu até compartilhei uma trilha sonora semana passada, masssss essa música em especial me faz sentir coisas tão legais que vale muito cês apertarem o play.

Tenho muita coisa pra escrever por aqui e gosto de assim fazer quando os dias me olham com cautela e dizem "vai, querida, expõe as coisas do seu core; ou boa parte delas, que o seu diário precisa ser publicado", fora isso, eu me guardo e sei o quanto vocês podem me entender e esperar. De coração pra coração é mais bonito.

Deixa eu contar. Estou lendo um artigo massa da Kimberle Crenshaw para um seminário lindo de uma das minhas matérias favoritas da faculdade e logo quero compartilhar aqui. Tem entrevista com um dos meus poetas e amigo favorito e  depoimentos sobre o verbo to be da vida real, sim. os conflitos do ser e estar (não sou legal com trocadilhos). Além do meu livrinho virtual que tá saindo do forno pra vocês lerem. Ufa! E sei que isso é bom. Tem muitas, muitas, muitas outras coisas que voarão por aqui. 

Vos espero com amor.







<3



2 comentários: