dezembro 28, 2016

coisas do meu 2016

Foram mais de cem textinhos, alguns vídeos e uma vontade de compartilhar ainda mais histórias com vocês. Descobri novos blogs e abri ainda mais os olhos para as coisas bonitas da vida. O ano não foi fácil por motivos e situações que quase me obrigaram a desistir de projetos e vontades; só que quando esse sentimento aparecia eu lembrava que a chuva vem para as flores nascerem.




O big chop. Em outubro de 2015 fiz o primeiro corte no cabelo que estava quase na cintura. Me senti mais leve em vários sentidos, mas até o grande corte, que só aconteceu em junho de 2016, eu precisaria trabalhar muito alguns "conceitos" dentro de mim. Aí algo maravilhoso aconteceu: vi que o tempo passa pra todo mundo e que uma hora o meu cabelo cresceria outra vez. Vi também as diversas reações de muitas pessoas sobre a minha decisão e...

Descobri ainda mais que somos os nossos próprios e maravilhosos heróis. As pessoas irão reclamar de tudo que você fizer, acredite. No momento em que mais precisei várias chegaram pra dizer que não gostaram porque não """"""favoreceu"""""" o meu rosto. No fim, quero dizer, no início de uma mudança, qualquer palavra fica marcada e essas pessoas marcaram muito, sabe? Eu entendi a questão da opinião, mas, cara, eu estava mudando. E cá estou mudando sempre. Não me arrependo da decisão. Me sinto muito melhor hoje.

My mad fat diary. Boa parte dessa força que retirei de dentro eu devo a essa série e talvez eu já tenha citado ela algumas vezes no blog ~ talvez ~. A história passada nas três temporadas são reais e a autora, acompanhada de toda a equipe, transmitiram as nossas angústias e questionamentos de uma maneira lindamente forte. Sentir a tristeza é normal, é saudável... faz parte.

Cumpri mais da metade das metas que anotei. Fiquei muito feliz com isso. Parece bobo, eu sei; só que a sensação de cumprir algo é bem gostosinha. Faltaram coisas.. hum.. acho que duas. Eu realmente tentei e chorei por tais ~ por ter esperado e arriscado e acabar sem as duas. Ok, agora é seguir porque o próximo tá aí.

Escrevi mais. Talvez bem mais do que imaginei e isso me deixa bastante feliz. Passamos das cem publicações no blog só esse ano e alguns vídeos no YouTube. Muito obrigada <3

Instagram. Dia 30 de dezembro de 2015 eu estava numa crise horrorosa baseada na aparência da minha galeria no Insta. Foi horrível sentir o que senti. Acreditem ou não, eu estava me sentindo doente por conta de uma mania de perfeição que me tomou conta. Depois de muito chororô, apaguei todas as fotos da galeria coisa que me arrependo hoje e recomecei, só que bem diferente. Eu estava sendo otimista nas redes e por dentro eu estava morta por diabos de uma galeria. Aí já viu... aquele meu gosto de registrar os detalhes estava mortinho e isso não era justo comigo. Ainda bem que 2016 foi diferente. Lá só tem amor e o que o meu core tá afim de cantar pro mundo.

Intermediário I no Espanhol. Minha eterna gratidão aos projetos abraçados pela Universidade e a Faculdade de Letras. Eu saí do nível básico de outra língua que não é fácil como cês pensam e antes de concluir, lembro que foram umas sete redações entregues e a cada entrega os erros diminuíam; e a minha segurança em falar aumentava. Ainda faltam alguns níveis e eu preciso melhorar muito. Chegar até aqui me fez pensar em como tudo é possível. 

Conheci a Sol. Conhecer uma estrangeira, viajante eterna e exploradora do mundo me fez admirar ainda mais a vida. Não sei se um dia vamos nos ver... mas lembro bem dessa espanhola, da nossa conversa sobre poesia, canções; e do nosso último abraço e enfim um te desejo luz, vai em paz.

Curso de desenho de moda. Sobrevivi e saí com a sensação de ter nascido para aprender e criar; fazer arte, errar e fazer outra vez. Não sei explicar. Tem publicação para 2017 falando desse curso com fotos e tudo mais.

"No rain, no flowers" se tornou a frase da minha vida. Primeiro a chuva, depois as flores. Acho que alguém quer fazer a primeira tattoo.

A garrafa dos acontecimentos. No correr do ano anotei as pequenas coisas que fizeram diferença no meu dia, coisas que me deixaram contente. O resultado foi uma garrafa com essas felicidades, seja um sorriso de um desconhecido ou o fato d'eu ter sobrevivido aos semestres da faculdade hahaha Tudo isso com um único objetivo: ser ainda mais grata, apesar dos pesares.
Redescobri o crochê. A paixão das mulheres da família Andrade se encontra na arte e acabei pegando carona nesse carinho. Essa minha descoberta me faz tão bem. A cada ponto e criação me sinto motivada a continuar e em breve mostrarei umas pecinhas aqui, que tal?

Dani e Paulo na Islândia. Gente, o que foi essa série?????? Sou apaixonada por esse casal, pelas produções e as receitas claro. Paris, Texas, Vancouver me marcaram muito através dos vídeos desses dois, mas a Islândia me deixou sem palavras. Esse lugar é surreal de tão lindo e sempre gosto de assistir essa série novamente hahaha Façam uma pipoquinha e assistam também. Os oito vídeos marcaram o meu ano <3

O intercâmbio do João & da Emille. Outros vídeos que me marcaram muito foram o do João Bertoni e o da Emille Rosa. São histórias diferentes, mas que acabaram dando na mesma: um intercâmbio. Conhecer e acompanhar a experiência de tais foi algo que deixou o meu ano mais especial. O formato dos vídeos me motivaram muito a acreditar nos pequenos prazeres da vida, sabe? É como se eu fosse amiga de ambos e sentisse a saudade e a felicidade que essa viagem está proporcionando a eles.

Troquei cartas com mais pessoas. Recebi cartas e também enviei. Parar minutos para concentrar-se no coração do próximo é algo raro mas que deveria ser constante. Em breve meus versos estarão voando outra vez e não penso em parar com essa singularidade que a poesia nos dá.

Fui a um show do Whindersson. A alegria que esse cara proporciona é de outro mundo. Esqueci de tudo que estava me amarrando e deixando pra baixo. Foi lindo! :)


Quatro anos. Namoro com ele desde os 16 e já estamos com 20. Acho que o tempo passou um pouco... e o nosso amor também fluiu de maneiras que só nós entendemos; em um universo só nosso. A  calma é o que nos completa e essa forma de amar é a mais saudável que encontramos. Desejo que essa paz seja prolongada e esse amor que cresce continue a caminhar. Je t'aime, amour.



~
 Vi essa tag no blog da Malena <3

Pessoal, muito obrigada por tudo! Por cada comentário e apoio. 
Até breve e um doce 2017 para nós ♥
continue lendo

dezembro 26, 2016

bee happy: dezembro







Chegamos ao último mês, o meu segundo favorito do ano. Todo mundo sabe do clima que dezembro traz. Gosto dos abraços, das canções da época e do sentimento de renascimento que fica em nós. Esse ano está sendo especial também porque participo do Bee happy; e poder mostrar detalhes do mês em fotografias é algo que me deixa muy bem.

1. Eu e minha mãe rimos muito da nossa árvore por ela ter ficado torta conforme o tempo passou. Querem saber de uma coisa? Lá no fundo (e fora), amamos ela assim do jeitinho que é. A estrela, as luzes brancas... tudo!

2. Lembro que em junho, mês em que cortei o cabelo, falei "será que em dezembro ele estará em um tamanho considerável?". Bem, pela foto dá pra perceber que ele cresceu MUITO e isso me faz querer cuidar ainda mais dele. Vamos considerar que por vezes os fios querem ficar rebeldes, mas faz parte do processo, né? <3

3. Ter a minha Canon por mais um ano (e aprender ainda mais com ela) foi algo bem especial. Dessa vez abracei os vídeos e pude conhecer um lado da arte que eu deveria ter visto a um tempo: a cinematografia.

4, 5. Doces da véspera de Natal em família. Quando cheguei em casa me dei conta que não tiramos "a foto oficial" da família com direito a selfie e tudo mais hahaha Conversamos, cantamos, sorrimos e no final cada um dormiu em um cantinho. Foi bom assim.

6. Quintal da Alma é a obra do Marcus Paulo que além de escritor é músico. Nesse livrinho vocês encontrarão 21 crônicas escritas por ele. Ano passado escrevi esse post sobre o livro e até hoje muitos gostam de ler merci, pessoal. Espalhar a poesia é algo tão bom. Fico feliz de encontrar pessoas assim pelo caminho. 


~


Espero que tenham gostado do post, pessoal. O próximo será o último do ano e lá conversarei mais coisinhas com vocês! ♥

Não esqueçam de conferir o Bee happy de dezembro da Laís. Tem muita luz e Zeca o/ :D 

Beijos!
continue lendo

dezembro 23, 2016

para o ano que nasce: planejamentos

Esse ano conheci o método de organização conhecido como bullet journal. De início, confesso, não me importei muito porque eu sabia que no fim acabaria anotando as minhas prioridades e tarefas em diversos cadernos em vez de um só. E ocorreu o contrário. Me dei muito bem! O processo de organização presente no bullet journal é muito simples e o segredo é: faça dele o seu diário; um diário que você tenha vontade de escrever sempre. Seja sobre o filme que você pensa assistir ou até, sei lá, os seus desejos inspirados no Pinterest.

Você vai precisar de um caderno (pautado ou não) e catenas. Aí é ser feliz e registrar suas inspirações e eventos e etc. Um exemplo bom desse sistema de organizações se encontra no trabalho lindo da Frederica e por esse motivo vos trouxe alguns registros que ela faz.





Um vídeo da Sophia explicando mais sobre o bullet journal




Quando o ano nasce fico ainda mais motivada para seguir com as metas e o pensamento positivo de que será um bom ano e que eu preciso me preparar para ele. Espero muito que esse sistema de organização inspire vocês de alguma forma. Mas caso isso não tenha ocorrido, você também pode optar pelos planners e nessa internet acabamos encontramos obras lindas e gratuitas. <3

/// A linda Camila do blog Não me mande flores fez um post super especial e compartilhou conosco um planner para 2017 feito por ela, além de outros lindos encontrados na internet

/// No Candy deer, blog da Laís, tem um bloquinho para você fazer o download e planejar janeiro

/// A Tina Sosna tem uma lojinha e lá você encontra calendário para 2017, custa 12 euros (ó ele na fotografia abaixo)



* as primeiras fotos são da Frederica e foram publicadas no Instagram da mesma. A segunda é da Tina e está no Instagram dela :)

Até logo, queridos e queridas ♥
continue lendo

dezembro 20, 2016

a vida também é lá fora

  "Eu vim aqui só para lhe dizer
Que um novo dia está lá fora
E tá querendo te ver
Viva!"

Hoje eu acordei mais cedo que o normal. Acredito que o relógio nem marcava cinco da manhã e fui pesquisar umas coisas. Aí já viu, né? O sono não veio mais. Me deu uma vontade imensa de escrever sobre alguma coisa que fosse feliz. Falar sobre estar e ser, falar que uma hora as coisas se acertam e que o não você já tem. Digo isso, pois alguns dias nós estamos jururus demais.  A vida nos doa umas canções estranhas e temos que dançar mesmo assim. E eu sei também que em muitas das vezes nós complicamos tudo isso aqui e atropelamos a leveza de ser. 

É o seguinte, três coisas eu te entrego hoje: calma, paz e fotografias em preto&branco para tu possa as colorir. 







"If I was the sun way up there
I'd go with love most everywhere"



notas: a frase de início faz parte da música pra tudo acontecer do Suricato e a segunda faz parte dessa nova versão de that's how strong my love is, que originalmente é do Otis Redding.
 
continue lendo

dezembro 15, 2016

dezembro traz



Olha os quinze dias de dezembro aí, gente! Esse ano tá sendo coisado. Socorro. E junto aos sentimentos diários aparecem as inspirações que deixam o coração calminho - ó  o lado bom de viver. Fazem uns meses generosos que não compartilho coisas que aconteceram ou links que me inspiraram e me fizeram sorrir/refletir de uma forma especial, então cá estou porque coisa bonita tem que ser vista <3

i.  Read. Look. Thing. Esse é o ritmo do blog da Jessica Stanley (http://jessicastanley.com.au/). Conheci faz pouco tempo e tô amando o jeitinho que ela cita e compartilha tudo. Acredito que por ter esse padrão "diferente" de publicação o meu coração ficou felizinho ao conhecê-la.

ii. Billie Jean. MJ sempre foi um grande amor meu. Sempre. Achava incrível como ele criava e como ele era "diferente". Custo a acreditar que ele se foi. Ainda bem que temos vídeos e obras pra acompanhar, né? Esse vídeo faz parte do This Is It, aquele filminho gravado em 2009. MJ tava maravilhoso aos 50; tanto a voz quanto a dança.



 iii. Moda. Fiz o meu primeiro curso de desenho de moda. Foi lindo! O post tá no rascunho e em breve vocês vão ver tudo o que aconteceu. Talvez esse tenha sido o momento em que olhei pra mim e falei "acredita em tu, acredita!", porque foi estranho ter uma doutora em arte me avaliando e ajudando. Depois que você se joga nos traços o resto se torna alcançável e simples demais.

iv. Uns crochês. Seguindo a linha de criação: acabei iniciando as minhas primeiras criações em crochê. Pretendo continuar com os estudos e também no perfeiçoamento das primeiras pecinhas. O meu desejo mesmo seria ter uma pequena montanha com linhas de variadas cores hahaha

v. O bullet journal da Sophia. Esse ano criei o meu bullet journal por inspiração e o incentivo da Sophi. Fiz o meu simples e se eu soubesse que ia ser tão útil teria adotado esse sistema organizacional faz muito tempo. Agora que o ano tá pra terminar, vou comprar outro caderninho pra servir de agenda e tudo mais. Tu não sabe o que é um bullet journal? Ó os dois vídeos da maravilhosa Sophia aqui & aqui.  

vi. Meus óculos. Ninguém sai. Sentei em cima deles e acabei coisando uma das pernas. AlguémcoreeeepraarrumarmeusoculinhospeloamordeDeus. Ainda bem que consegui! Obrigada moço da ótica. Agora aprendi a usar um velhinho que tenho aqui e o da foto lá cima só uso quando saio. Senti o desespero de perto.


Ei, o que está acontecendo por aí? Me conta! Vamos conversar :)
continue lendo

dezembro 12, 2016

inventando amor


Quando chega o fim do ano me sinto tomada pela nostalgia do Natal, das boas energias e de intensas reflexões. E como companhia desses sentimentos todos chega também a vontade de mudar tudo ao meu redor. A cama sai do lugar, os livros e consequentemente sinto que mudo também <3




Me senti muito feliz e satisfeita depois dessa "mudança" que fiz no quarto. O ocorrido ficou ainda mais especial com a participação de um mural cheio de amor e poesia. E dentre os versos e tudo mais, duas coisas chegaram na semana que passou - aumentando ainda mais esse carinho. A primeira delas foi uma aquarela original da Gabi (merci, gabi 🌿) que tratei de moldurar e colocar na parede, além do print lindo monstera deliciosa. Gente, esses detalhes aquecem meu coração! Quem acompanha o trabalho da Gabriela sabe o capricho que ela faz com cada produto e o tanto de amor que vem junto. Sou só gratidão por dividir esse carinho todo com o meu cafofo.

No momento em que olhei com carinho para o buquê e para a monstera me desafiei a criar um suporte para plantinhas secas. Não sei se vocês pensam como eu, mas acredito que a natureza possui um charme plural com vários jeitos/formas. Conservar plantas pode não ser uma tarefa simples e foi aí que pensei em colocá-las no meu mural, sabe? Assim posso admirar o natural em suas variadas fases.

















Acredito que não teria um horário melhor para que eu registrasse esse cantinho do quarto. A luz estava bonita, a paz do cafofo estava boa de ser sentida e eu toda feliz por ter conseguido deixá-lo da minha maneira - com a participação de tantas pessoas queridas. Produtinhos da Inventamor, aquarela que a Had me enviou, filminho que a Laís mandou, a fotografia dos meus pais, polaroids e o meu universo. Além dessa toalhinha singela que eu fiz para apoiar a câmera na prateleira - galerinha de Maceió, 'cês já podem me procurar caso queiram centros feitos com crochê hahaha






*

Espero que tenham gostado da publicação <3 O título do post é em homenagem a Inventamor porque há muito tempo planejei ter algo de lá e quero muito que vocês conheçam. A lojinha é da Gabriela Ciolini que também tem um blog, o g-ciolini, onde ela compartilha suas inspirações da vida e fotografias maravilhosas. Na Inventamor você encontra itens de papelaria (cartões, tags, marcadores de página, etc), livros importados - tipo esse lindo da Jane Austen -, livros nacionais; e uma porção de coisas delicadas. É só acompanhar no Instagram ou visitar o site pra conhecer de pertinho. ♥


Beijos e até logo 🌿
continue lendo

dezembro 05, 2016

flores de concreto



Com um clique podemos ser levados para o lugar onde queríamos estar. A primavera não acabou, o ano também não. Aí recebi flores em forma de concreto e cinza; a poesia: São Paulo.









todas de autoria do Rick e a edição feita por mim (preferi as deixar iguais como a primeira foto que ele me mandou) <3


até logo, pessoal!
continue lendo

dezembro 01, 2016

na cozinha: pão de leite fail



Um agradecimento especial aos canais de culinária por nos mostrar sempre que é possível nos virar com coisas que temos em casa. Esse pão foi uma das melhores receitas que fiz, sério. Devido ao improviso quase extremo (por isso o nome fail no título), a minha mãe não aconselhou que eu publicasse a receita aqui (juro), mas como deu tudo certo em casa... tudo estará ok por aí também ~ eu acredito.

Aqui uns canais de receitas que amo:



e as receitas da Isa


Pois bem, precisei de:

2 xícaras de farinha de trigo **** aqui se encontra o primeiro diferencial da receita porque na falta de farinha de trigo certa e fermento a parte, utilizei farinha para bolo com fermento

2 colheres de leite em pó

2 colheres rasas de açúcar

1 pitada de sal

1 xícara de leite líquido morno

1 ovo

2 colheres de manteiga (que você vai derreter em fogo baixo)

Só isso <3

O próximo passo é misturar os ingredientes secos (farinha, sal, açúcar, leite em pó). Em seguida coloque o ovo, a manteiga e o leite líquido *indico que coloque o leite aos poucos e vá mexendo com uma colher*, a massa começará a se formar e é provável que fique grudenta, nesse instante retire a massa do recipiente para sovar e ir acrescentando farinha conforme necessário. Sove por uns dez minutos.

Coloque novamente em um recipiente para que a massa descanse por mais ou menos uma hora. De preferência deixe dentro de um microondas ou forno por serem lugares fechados e quentinhos. A massa, nesse caso, não dobra tanto de tamanho porque usei farinha de bolo que já vem com fermento.

Depois que a massa descansar é hora de dividir a mesma para formar os pãezinhos do jeito que tu quiser. Aproveite para pré aquecer o forno antes de dividir a massa. Por aqui a temperatura estava por volta dos 225°.

Posicione os pãezinhos em uma forma untada e enfarinhada. E bata um ovo para pincelar os pães. Coloquei queijo ralado por cima para ficar com um toque especial :)))


 




O ponto certo para desligar o forno será quando os pães estiverem dourados (fique de olho). E ah, os assei em mais ou menos 190°.

*DICAS*

acrescente mais coisicas à sua massa:

• aveia em flocos pode ser uma boa (sempre uso na massa da pizza)

• quando abrir suas massinhas recheie com queijo, presunto, frango (...) com o que quiser. faça o seu croissant hahaha

A primeira receitinha do blog foi esse bolinho de verduras. Espero que tenham gostado do pãozinho improvisado de hoje. A cozinha pode ser especial pra você assim como é pra mim <3


Beijos, queridos. Obrigada por tuuudo.

continue lendo

bee happy: novembro








1,2. Mainha gosta muito de plantas e eu também. A da foto ganhamos de uma vizinha e mamãe tratou de arrumá-la na terra. Amei os tons de verde, o branco e toda essa junção. Tudo que é natural me encanta de uma forma especial.

3,4. Maceioences me entenderão. Sim, essas fotos foram de um único dia... de uma única tarde. Céu azul, céu cinza, sol, chuva. Prefiro dias nublados, por outro lado, amo o sol das seis quando saio para caminhar <3

5. "Invejamos tanto os pássaros e agora podemos voar", a referência foi essa música da Nina.

6. O meu bolo caseiro com cobertura de doce de laranja (feito com leite condensado caseiro ♥).


Dezembro tá aqui e novembro me deixou ensinamentos assim como todos os outros meses passados. Dos sentimentos ruins quero apenas o grande aprendizado de saber sentir a tristeza com a certeza de que coisas boas virão.Aproveitem cada hora do dia e admirem os detalhes com a certeza que a vida é bonita sim!


Muito obrigada por tudo! E não esqueçam de amar o bee happy da Laís desse mês :)

continue lendo
 
poético diário 2014-2017 | design por Beautifully Chaotic