setembro 16, 2016

O desafiador processo de criação

Assim como em qualquer outra coisa que fazemos - seja fotografia ou a arte de não fazer nada -, precisamos de um guia, uma inspiração, algo que nos mostre o que deve ser feito. "Será que fotografar vale a pena? E se eu descartar x maneira de editar e substituir por essa?" Tudo isso faz parte do seu processo de autoconhecimento. Em algum instante, depois de tantos questionamentos e formas de adaptações ao seu meio, você acaba descobrindo o que vai ser melhor arriscar.

Quando eu pensei que o desenho poderia fazer parte dos meus dias passei a ser mais paciente e observadora. Uma ilustração, principalmente as que você pega como inspiração, precisam dos seus cuidados íntimos. Um olhar mais cauteloso e uma infinita vontade de continuar tentando, sabe? De início você erra, não entende como se faz uma mínima expressão [...] e depois você se supera e quer sempre algo novo.

Você, antes de tudo, precisa entender uma coisa: o processo de criação não tem fim. Não tem um momento final, é um processo... prazeroso processo.





 os traços acima foram inspirados nas obras de dois artistas: Lesja Chernish e Gildo Medina.





Aí resolvi mostrar o meu livro de arte favorito (depois de "Jardim Secreto" da Johanna Basford), essa criação foi uma das coisas mais bonitas que pude ler/estudar no ano. Chama-se "Ilustrations now! Portraits", autoria de Julius Wiedemann. Mais de duzentas páginas nos inspiram de forma íntima e sincera. São obras plurais de artistas do mundo inteiro e poder estudar minuciosamente cada traço me fez melhor.

Eu penso que o barato tá em você se alimentar de arte. Quando você senta e tenta entender o outro, a inspiração invade e algo mágico ocorre: você cria o seu próprio universo. Nesse sentido, vou indicar também o trabalho de pessoas incríveis que me ajudam (sempre) a construir meus planetas e estrelas:

// Juliana Rabelo, Cajila, Amanda Mol, Liu Oliva, Neilla Albertina, Yas Hassegawa, Gabriela, Lucas Oliveira, Meyary Magalhães, Bruno [...] são só alguns que me inspiram cada vez mais.




~

Pra finalizar, um vídeo. O primeiro de uma série de outros. Talvez esse "Desenhe comigo" não tenha sido tão bem organizado como deveria, mas 'cês vão entender que foi o primeiro e prometo melhorar <3 Quero experimentar narrar o processo, ficar mais próxima de vocês [...] O que acham?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
poético diário 2014-2017 | design por Beautifully Chaotic