maio 23, 2017

dear diary #7 | os dias chuvosos podem nos ensinar







Domingo que passou foi o dia em que eu quis fazer algo melhor por mim e nesse meio se encontram todos os pensamentos voltados para o blog. Sabe, tem um momento que tudo parece perder o sentido, tudo. Na semana que correu, os meus dedos quase excluíram as redes que atuo - por questões simples, vistas de fora, mas questões bem complexas aqui dentro. Quisera eu que tudo isso fosse somente algum bloqueio criativo como eu discuti em posts anteriores, mas eu senti que não era bem assim. Eu me senti incapaz e com o velho & breve costume da comparação; mas quando eu paro e olho ao redor vejo que, de alguma maneira, a vida é fantástica. Sei também que tudo dependerá de mim e que, poxa, eu lembro bem o motivo pelo qual eu comecei isso tudo. O que me motivou a escrever e acreditar que histórias podem sim mover/inspirar pessoas? Eu tô em algum caminho e ele é esse, junto de um canto virtual onde coleciono uma bagagem com coisas que importam, além da minha vida aqui fora.

Eu vejo que estamos aprendendo a andar todos os dias - e que bom. A vida não vem pronta, todos os minutos são misteriosos. Eu nem sei o que vai acontecer daqui a vinte e quatro horas. Sofrer por antecipação sempre é uma droga mesmo. As gotas que caíram do céu me ensinam que desacelerar é preciso. Aí eu deito pra mirar algo. Sempre funciona.

Obrigada por estarem aqui nesses momentos confusos.





[E perdoem essa menina aqui. Ela só quer falar, falar, falar... e realizar]

3 comentários:

  1. Posso dizer o quão esse post é simples e incrível ao mesmo tempo? Por mais que as coisas pareçam/sejam difíceis em alguns momentos, a gente não pode desistir, e eu fico feliz por você não ter excluído as redes! Seria uma perda imensa pra todos os que te acompanham, poesia. O que você faz, o que você escreve, o que você fotografa, tudo isso tem um significado enorme, além de encher nossos corações de coisas boas; e agora digo por mim: me ajudam em tantos momentos, em fatos que penso e acontecem por aqui. Daí é aquele instante que você enxerga que não está só, e que muitas pessoas passam por isso também, inclusive os amigos.

    Continue nos inspirando. O que te afirmo é: isso te fará crescer, se aprimorar; e como ficou claro nesse post lindo que você fez "desacelerar é preciso".
    Seu dom de escrever só vem crescendo a cada dia. Isso vem de alguém que te acompanha há anos, viu? ;)

    Fica bem, abraço apertado. <3

    ResponderExcluir
  2. recebi o seu comentário como um abraço apertado. obrigada! desacelerar é preciso. as coisas logo se arrumam, né? por vezes isso assusta, o tempo assusta; mas eu sinto que meu caminho é esse. ah, obrigada mesmo. outro abraço em você. <3

    ResponderExcluir

 
poético diário 2014-2017 | design por Beautifully Chaotic