menu
dezembro 12, 2017

as canções do meu ano



Ai, gente, não, eu amo amo ver retrospectivas. Principalmente quando essas voltas ao passado envolvem coisas que eu estava próxima o ano inteiro. Não me lembro se no ano passado o Spotify trouxe essa lembrança, mas só pude ver esse ano a minha e resolvi conversar sobre isso, assim vocês podem me contar o que amam ouvir. 

Bem, para a minha surpresa, o gênero que eu mais ouvi foi o Pop. Entre Indie Folk e outros que eu ainda não sabia o nome, o Pop prevaleceu. Ouvi tanto, tanto, que nem me dei conta. Foram quase nove mil minutos ao lado de muitas canções e quase 400 artistas. Dentre os mais escutados, Yann Tiersen ficou em primeiro - eu já esperava por isso, hihi. Desde que conheci as obras de Tiersen não parei nunca mais de ouvi-lo. Por vezes repito álbuns e não enjoo de nenhuma criação por ele publicada. A minha favorita da vida é A quai, mas no Spotify a que mais ouvi foi Banquet, que me cativou pelo som nostálgico me fazendo voltar às sensações gostosas da vida.




Depois eu descobri que Silva, Frédéric Leroux, Beirut, Manon Clément seguiram sendo os caras que mais trouxeram canções ao meu ano. Silva com a releitura de Beija Eu e os outros músicos com releituras de canções do Yann Tiersen - menos Beirut, que soube me encantar com outras músicas e é claro que vou deixar o meu vídeo favorito, que inclusive já foi tema de um post aqui do blog.

Além desses artistas amo sempre ouvir Elton John, Michael Jackson, Jack Johnson, Camera Obscura e por aí vai... <3



Amei descobrir que conheci mais de 300 artistas, amei saber que a música se fez presente em detalhes do meu cotidiano. O post é assim, curtinho, mas com o intuito lindo de poder inspirar vocês de alguma forma. Espero que vocês ouçam algumas dessas canções com c(alma), de verdade <3





Obrigada por tudo. :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial