um manual completo sobre plantas



Recentemente nós decidimos que queríamos adotar plantas. Bem, na verdade, ampliar esse costume. 

Sempre conto a vocês da influência que trago da infância, já que as minhas duas avós gostavam muito de cuidar e ensinar sobre cuidados. 

Tenho dentro de mim que todos nós devemos entender a importância/complexidade desses seres vivos. Nos últimos meses tenho aprendido sobre replantio, a "cura" de problemas e a especificidade de cada planta. Alguns detalhes, por exemplo, sobre a importância de observá-las e ter muito cuidado com a sua folhagem. E bem mais que isso: para que nós pudéssemos ter plantas foi urgente que entendêssemos que teríamos que doar tempo para elas. Apenas água é insuficiente em alguns casos, sabe? Você precisa entender sobre a espécie e o seu cuidado especial. Hoje, quem faz esses carinhos por aqui, além de mim, é a minha mãe.


nossa jabuticabeira - que logo deverá ser replantada, pois meu pai misturou britas e cacos de telha da maneira errada. isso fez com que os cacos tapassem a drenagem e a terra ficasse muito úmida. até as plantinhas necessitam passar por etapas e o tempo, viram só?

O que mais me incomodava (e incomodava mamãe também) era o fato de ter uma casa pequena e de o espaço ser muito limitado. Só depois vi que não. O problema estava em moi já que o importante processo do cultivo exige que nós façamos testes e estudos para irmos nos adaptando. Não é que funcionou?

É bom, amigos, que vocês se adaptem às plantas, pois elas não farão o contrário. Após meses colocamos uma plantinha dentro de casa sem receio, após meses aprendemos a replantar os cactos e a pensar na possibilidade de cultivar frutas em vasos - dessa vez sem o dilema de "não tenho espaço pra árvore, omg!". Por isso eu quis tanto nos presentear com esta publicação.


O livro que trago hoje é um guia definitivo para você que ama ou planeja cultivar plantas dentro de casa. Foi um grande achado na biblioteca da univerdade em que estudo. Se chama Manual completo de plantas de interior e tem como autor o jornalista e analista de sementes Peter McHoy. Ao todo, Peter publicou mais de trinta livros e se dedicava, não sei se ainda sim, às direções de uma biblioteca fotográfica hortícola, assim como escrevendo também páginas sobre jardinagem em revistas. Clicando aqui você tem acesso ao site da Amazon, mas precisamente, você será redirecionado para a categoria do Peter e poderá ver que ele dedica a sua vida para o estudo de plantas. 

Vamos falas das minhas primeiras impressões sobre o livro.

A primeira coisa que notei é que a obra me parece ser daquelas que devem ficar ao seu alcance. Daqueles livros que ficam na sala, no centro da sala. É um livro com mais de cinquenta centímetros de comprimento, ou quase isso. Enorme e não é um dos mais leves. O design interno dele é maravilhoso. A paleta de cores escolhida seria a mesma que eu possivelmente escolheria e as fotografias foram muito bem planejadas e executadas. Através das fotos tu entende cada processo e espécie da melhor maneira possível.

Responsável Editorial: Joanna Lorena
Responsável pelo projeto: Judith Simons e Clare Nicholson
Fotógrafo: John Freeman
Designer: Peter Butler
Ilustrador: King & King Associates










Você pode descobrir o nome daquela planta que sempre vê e tinha curiosidade do seu nome; temperaturas ideais e a melhor forma de eliminar algum problema. Mas não somente sobre esses tópicos, como também um índice de nome comuns de algumas plantas, como fazer multiplicação simples, disposições criativas, jardins em frascos; como cultivar em quartos, salas e banheiros & muito mais. 












































Gostaram? Nós aqui em casa amamos!
O livro foi lançado em 1999 aqui no Brasil e pelo que eu pude pesquisar, custa em média $80 (oitenta reais). Neste link do site Amazon vocês encontram muitas outras obras do mesmo autor que mostrei acima. 

Logo logo teremos outro post lindo sobre um livro especial, o Reflorescência, da escritora e amiga Priscilla Luiza. Certeza que ficarão com o coração cheio de amor, assim como eu.

🌿🌿🌿

7 comentários:

  1. Tô muito in love com esse livro, nossa, já quero! Amei o post, Lary, e saber mais da tua experiência com as plantinhas, inclusive achei incrível porque eu tava pensando em fazer um post parecido, só que seria um guia para suculentas, haha, acho legal demais essas coincidências. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que não achei o livro em português para comprar. :(

      Excluir
    2. mas faça sim! aqui temos parentes de suculentas e partilhar experiências é incrível - afinal, cada plantinha é uma vidinha. amo essas coincidências nossas <3 quero tanto esse livro. ele é ótimo e de utilidade pública pra quem ama tudo aquilo que for natural. vi um na estante virtual, mas o anunciante não mostra nada sobre ele ~fica difícil confiar.
      os livros do Peter devem ser, em sua maioria em inglês mesmo - e acho até que vale o investimento, viu?. depois me diz se comprou. vou procurar outros de autoria dele também.

      beijos!

      Excluir
  2. Adorei e preciso muito desse livro!!!
    Sou péssima para cuidar de plantas, mas eu tenho esse sonho de ter um espaço verde no apê, com certeza esse livro vai pra wishlist

    Carol Justo | pink is not rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado, Carol <3
      olha, esse livro pode te ajudar muito. queria publicar mais fotos, mas iria contra os direitos autorais do livro, hihi. investe num material desse e estuda direitin. cuidar de plantas nos renova. são formas diferentes, vidas diferentes e isso é encantador nelas. existem muitas espécies que podem ficar lindas no seu apê (samambaias, espadas-de-são-jorge, as suculentas e derivadas). qualquer coisinha em que eu puder te ajudar é só falar (sei pouquin, mas posso auxiliar).

      abraços!

      Excluir
  3. Que post mais lindo, apaixonei por esse livro ♥ Aqui na Polônia ainda não conseguir comprar tantas plantinhas, mas não vejo a hora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é tão bom saber que gostou, Kat! fico feliz!
      sabe, lendo esse livro com mainha, percebemos que a maioria das plantinhas de interior suportam temperaturas baixas ("baixas", em sua maioria até 12 graus). sugiro que caminhando por aí veja as melhores opções para o cantin de vocês. e vai mostrando também porque acompanhar vocês e essas descobertas é sempre bom demais <3

      Excluir

poético diário © , Todos os direitos reservados. DESIGN DO BLOG POR Sadaf F K.