guirlanda natalina feita com papel e tecido



Primeiro de dezembro de dois mil e dezoito. Mas, já? Último mês do ano tá aqui e eu só afirmo que esse ano foi tão louco que eu não lembro de me sentir ansiosa por esse mês - coisa que sempre aconteceu nos últimos anos. A questão é que hoje, em especial, me deu uma vontade de compartilhar um dos mínimos motivos que deixa dezembro ser bonito pra mim, apesar de alguns pesares.

Sempre admirei as luzes do mês, as cores, as formas e principalmente, a nostalgia. Quando penso nesse mês me vem automaticamente canções dos anos oitenta na cabeça, assim como aromas e a saudade dos tempos antigos. Eu sempre disse que, por mim, eu enfeitaria toda a casa com bandeirinhas, flores, luzes... ah. Eu amo. Só que o problema que eu semprei encontrei nessa época diz justamente às decorações, já que é quase unânime você encontrar nas decorações natalinas brasileiras alguns (muitos) itens que não existem no Brasil (neve, trenós, etc). Por isso que somente no ano passado comecei a refletir no seguinte ponto: como posso refazer o meu Natal sem perder a essência que me fez amá-lo?

A resposta está nas cores. Nosso Brasil tem muito verde, o verde, casa com o vermelho, que fica lindo em qualquer decoração. A única coisa que eu não consegui foi usar alguma plantinha da terra porque mainha não deixou, risos. Segundo ela, eu poderia machucar alguma sem querer, então ficamos com o nosso falso pinheiro mais uma vez. O que adicionamos foi um pouco diferente. Colocamos alguns falsos galhinhos dourados e outros que lembram o café. Um mix simples, mas que retratou bem essa época tão linda.

O diferencial em tudo foi a nossa guirlanda (que eu sempre sonhei em ter). E é sobre ela que quero falar hoje. Espero que gostem do resultado, do processo, de tudo.



Antes de você tentar, eu aconselho que assista ao vídeo abaixo. Foi ele que me guiou e a partir disso fui adaptando ao que eu tinha em casa na hora. Mas, no geral, você vai precisar de papel, fita adesiva, pedaços de tecido, linhas e/ou cordões & juta e/ou material semelhante. No caso de improvisar, você pode usar flores artificiais e variados tipos de tecido. Como eu não tinha o tecido adequado, usei alguns mais 'moles' que o recomendado e, mesmo assim, achei que ficou super legal. 






O resultado é tão leve e bonito que em qualquer lugar da casa essa guirlanda funciona. Aqui, a deixo na porta, mas ela também fica super linda em paredes, árvores e plantas. Como ela depende da quantidade de papel que você escolhe, o seu tamanho pode variar muito, desde pequenina até gigante. 



Feliz dezembro, pessoal.
See you!

4 comentários:

  1. que lindo e delicado! eu vou tentar dar um jeitinho na minha árvore hoje, eu sinto toda essa nostalgia que você comentou, mas há vários natais que ela não aparece... quem sabe agora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse ano tem sido diferente por aqui também... mas vamos iluminar o nosso cantinho, tá bem? a época é de amor. vamos tentar juntas. <3

      Excluir
  2. Ficou lindo Lary! Nossa bateu até uma saudadezinha de criar decorações para o Natal.

    Você combinou super bem as cores. E gostei dos materiais que você utilizou. Aliás, acho que as cores super combinaram com o seu blog haha

    Bom Dezembro pra você ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. feliz que gostou! achei uma ideia super legal unir papel com tecido de uma forma simples. nossa, eu amo essa época demais. bom dezembro pra gente, Clau! <3

      Excluir

Poético Diário © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.