Social Media

"acredito no poder de reviver memórias", uma conversa sobre imagem com Karine Britto

Tem um tempo que partilho o tanto que acredito na força que as palavras têm. Quando converso sobre arte e imagem me sinto completa, e relendo algumas publicações daqui, encontrei essa com a participação de alguém que gosto muito, a Ka.

Karine Britto, a quem eu chamo carinhosamente de Ka, é uma arquiteta paulistana, fotógrafa e amante de bons cafés. Dona de um olhar singular para os detalhes do cotidiano, ela compartilha histórias em seu perfil no Instagramsite.




Lembro de ter conhecido a Karine há muitos anos aqui no blog e até hoje continuo admirando cada momento por ela criado. As histórias de famílias, casais, as imagens de arquitetura. Tudo. Em seu site, a Ka defende que o que a move é poder contar por meio de fotos as histórias que ela tem oportunidade de ouvir e vivenciar, além de acreditar numa fotografia simples, espontânea e que respeite a individualidade de cada pessoa registrada.

"Acredito no poder de reviver memórias que as imagens nos trazem. Quero que meu trabalho se torne muito mais do que apenas uma foto bonita para postar no instagram, tem que ter significado, tem que fazer sentido", diz.

Em nossa conversa, ela partilhou que o seu olhar para a fotografia despertou entre 2008 e 2011 através das visitas técnicas que ela fazia por conta do curso de Arquitetura, e que as viagens com a turma serviram como impulso para que ela fotografasse de forma cada vez mais frequente. 



"Entre 2012-2014 eu estava quase surtando com o meu TCC e tentando sobreviver ao final da faculdade - e quando isso aconteceu, voltei a blogar. É aqui que eu posso dizer que a fotografia entrou na minha vida de verdade, por causa do blog e de um projeto chamado 6 on 6. Peguei gosto em começar a registrar meus dias (com o celular mesmo) e fazer posts falando sobre isso", comenta.




























A iniciativa de começar a escrever e registrar para o blog também fez com que Karine observasse a cidade de São Paulo um pouco mais. Lugares próximos de casa, o caminho até o trabalho (ainda com arquitetura), foi despertando de uma forma diferente a maneira como a fotografia estava presente em sua vida. 

"Comprei a minha primeira câmera dslr, estudei muito para aprender os comandos manuais dela, estudei composições, lentes, luz, referências fotográficas... e enfim, o que era um hobby por lazer virou amor, e depois acabou virando trabalho"

No quesito inspiração, o trabalho de Sharon Eve Smith motivou os primeiros passos da Karine como fotógrafa. "Gosto muito do estilo de fotos que a Sharon faz, sempre espontâneas e que dão uma sensação de alegria, sabe?", contou.  Observar novos estilos de criar fotografia, fez com que ela fosse além das avenidas e metrôs de SP e começasse a registrar pessoas e as suas histórias.







Na época da nossa conversa, lembro que perguntei se a Ka voltaria a algum lugar para registrar uma última vez na vida. Não lembro de onde surgiu essa pergunta, mas ela me disse que a sua viagem ao Chile foi um grande marco.

"Teve muita coisa no meio do caminho, mas quando penso nas minhas fotos vejo claramente um "antes e depois" de ter conhecido o Deserto do Atacama e o Salar de Uyuni, esses dois lugares absurdamente maravilhosos. Seria muito incrível voltar lá depois de tanto tempo pra ver tudo com os olhos da Karine mais velha, e fazer os últimos registros da minha vida"




InstagramSiteBehance da Karine

*Conversa publicada em 2017 e reeditada em setembro de 2021

8 comentários

  1. Eu amo o trabalho da Ka, lembro que eu e ela e mais algumas meninas que viraram amigas de verdade fZiamos parte de um
    Projeto fotográfico e ela sempre foi muito criativa pra isso. Amo o jeito que ela capta as pessoas, o jeito qie ela incorpora sampa nas fotografias, seus gatinhos, amo tudo! Admiro muito ela. Muito mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Karine é bem especial, Clara - assim como você! Vocês duas são uma grande inspiração para os meus dias. E fico bem feliz por saber que já participaram de um projeto fotográfico juntas ♥♥

      Excluir
  2. ahhh lary, sua linda ♥ o post ficou maravilhoso! adorei participar dessa sua conversa/entrevista, me senti muito honrada, sério! obrigada por compartilhar mais sobre mim e meu trabalho aqui, e por gostar dele <3 você é uma linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você me fez te admirar mais <333 brigada mesmo! ter você aqui no meu lar sempre será uma honra.

      Excluir
  3. Esse post me fez voltar a sentir o que sentia dois anos antes pela fotografia: um desejo enorme, um sonho.
    Confesso que minha criatividade para fotos mais bem produzidas parecem ter adormecido, mas o post me fez sentir de novo energia pra isso acontecer, penso que talvez amanhã eu possa acordar e fotografar um pouco meu quintal haha.
    É incrível conhecer a fotografia de pessoas novas, sabe? É como se eu estivesse mergulhando num lugar novo, sabe? Como se eu estivesse batendo a foto que eu estava vendo. Ok. Isso foi um pouco estranho.
    Enfim, eu achei incrível sua escrita, seu jeito de construir o post, muito fofo rs
    Beijos, paraliseiobico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que especial fazer parte desses seus sentimentos, Carla! bom saber também do seu amor pelas criações. te convido a registrar as coisas ao redor sempre que der... a vida merece ser sentida. tô bem feliz por você ter vindo aqui. <3 abraço forte!

      Excluir
  4. Que post mais fofo! Adoro a K, acho ela muito talentosa e o blog dela é lindíssimo! Parabéns pelo bate-papo! hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oba, feliz que gostou da conversa Clau ♥ a Ka é uma pessoa linda mesmo.

      abraços!

      Excluir

Instagram

Theme by STS