julho 28, 2020 Maceió, AL, Brasil

o Museu Palácio Floriano Peixoto

o prédio secular alagoano é um dos meus favoritos aqui em Maceió. o ambiente claro, espaçoso e cheio de histórias me cativou lá em 2012 quando fiz um passeio com a turma do ensino médio.

aproveitando textos valiosos no site oficial do museu vi que o prédio Alagoano teve a sua construção iniciada em 1893 e, como bem destacou Craveiro Costa em uma visão pessoal, foi visto como o mais belo edifício do Estado pela suntuosidade de seu estilo e proporções. e sim, devo concordar com essa menção. dos museus visitados pelo meu coração, sem dúvidas, o Palácio é um dos mais especiais. me sinto envolta numa delicadeza e força sem igual. 


o atual museu já foi sede do governo alagoano. o acervo do prédio conta com móveis, cristais, lustres e obras de Alagoas reconhecidas desde o século XIX. pessoalmente falando, é realmente delicado tudo que encontramos por lá. as madeiras, as incontáveis camadas de pinturas da parede e obras de pessoas como Luis Silva, Miguel Torres, José Zumba compõem valiosa importância para a arte do estado. nesse meio também estão telas do alagoano Rosalvo Ribeiro, reconhecido internacionalmente por suas criações e premiações em festivais ocorridos aqui no Brasil e na França.



conforme o texto no site oficial do museu,
inúmeras peças valiosas foram paulatinamente, degradadas, “quer por falta de uma conservação científica, e o pior, muito desse rico tesouro simplesmente desapareceu, sem que seus guardiões, os governos estabelecidos no passado, soubessem explicar (LOUREIRO,06 )”. portanto, cabe-nos a tarefa de inventariar, conservar, restaurar e proteger o patrimônio resistente e existente no Museu, tornando-o accessível aos visitantes, e transformando-o num equipamento museológico que seja dignatário da cultura alagoense.
imaginar que muitas pessoas e momentos estão guardados ali me faz sentir muita coisa boa. e sim, ainda estão e sempre estarão guardados. o berço da memória não se esvai com o tempo. cada coisa mora em detalhes e prédios históricos nos demonstram muito bem isso.







aproveitando o rumo bonito desta publicação, vou inserir aqui um vídeo que produzi lá para o nosso canal no YouTube numa série chamada diário de bolso :) essa série reúne fotografias de um mesmo momento que vivi. o episódio de hoje traz, claro, as imagens deste post que agora escrevo. caso vocês queiram, podem se inscrever por lá também, tá? 










e, ah, para concluir, queria dizer que criei um perfil para o blog no instagram! :) a minha intenção é mostrar por lá sempre que algum texto novo sair por aqui. e não se preocupem, aqui continuará sendo sempre o meu canto oficial. a conta lá é uma espécie de *aviso de publicação nova* para nós. o perfil é esse, ó @poeticodiario.blog.

espero que tenham gostado da publicação de hoje <3
vejo vocês em breve.

8 comentários

  1. Eu amei as fotografias, Lary! Deu uma nostalgia tão boa, os tons combinaram em tudo com o local, e a luz realmente é linda! Eu lembro bem desse passeio, foi uma das coisas que eu mais gostei de fazer quando a gente tava estudando. Ainda tem aquela exposição do Lêdo Ivo? Espero que um dia eu possa retornar, tenho preguiça de sair de casa, mas seria bem legal explorar o lugar com uma câmera. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.s. o vídeo ficou lindo

      Excluir
    2. obrigada <3 a exposição do Lêdo estava fechada quando fui (acho que era aquela dos espelhos), mas a de vida e obra de Aurélio Buarque estava aberta quando fui - linda linda linda. e vale muito caminhar pelo Centro. sou apaixonada por ele e sempre exploro. é inspirador! :D

      Excluir
  2. Amei conhecer esse museu e ter tido a oportunidade de fazer esse tour com fotos tão lindas. Nunca estive aí, mas esse post me deixou nostálgica lembrando de quando fui para Petrópolis e visitei construções antigas e lindas como essa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que feliz te ver por aqui, Mel <3 fico honrada por saber que os meus registros moraram em você de alguma maneira. aqui em Maceió, principalmente o Centro, existem inúmeros prédios históricos. amo observá-los. :) já fui conferir detalhes de Petrópolis e me apaixonei também!

      Excluir
  3. Que fotos lindas! Adorei a edição e o vídeo ficou demais <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, Jaque! <3 que bom que cada registro te abraçou. meu coração envia coisas lindas ao teu.

      Excluir
  4. Que legal conhecer um pedacinho de Alagoas pelo teu olhar, Lary! Esse é um lugar que eu com certeza visitaria. Beijos.

    ResponderExcluir

poético diário . Design by Berenica Designs.